20.10.08

Alergia ao leite de vaca

Dr. Spalter, boa tarde!

Uma amiga minha me recomendou seu blog e fiquei muito interessada nas propostas da medicina antroposófica, a qual acredito ser a mais indicada à nossas crianças e adultos em geral, pela visão holística que tem do ser humano.

Escrevo também porque meu bebê foi diagnosticado com alergia à proteína do leite da vaca (quando tinha 40 dias). Como o sr. é especialista em alergia e imunologia, venho pedir encarecidamente que me esclareça algumas dúvidas, por gentileza, as quais descrevo a seguir:

Meu bebê tem
,2m24dias e desde o diagnóstico de APLV há mais de um mês, parei de tomar leite e todos os derivados (inclusive caseina, caseinato, soro de leite, etc escondido em alimentos industrializados), pois o amamento. Os sintomas como dermatite, cólicas intensas, diarréia, tosse e chiado passaram. Eventualmente, eu complemento as mamadas com Neocate (que ganhei da propagandista da Support). O bebê ganhou peso e hoje se encontra na média da curva de crescimento para sua idade.

A única coisa que não passou foram as fezes com sangue. Dia sim, dia não aparecem filamentos de sangue no cocô dele, que continua muito aguado, alternando entre verde e amarelo. Há uns dez dias, ele teve um episódio de cocô bem explosivo e espumoso, com cor marrom puxando para o vermelho, como se houvesse sangue misturado ali e não só filamentos.

A gastropediatra dele disse que ainda é normal a presença de sangue, pq o intestino ainda está se cicatrizando. Mas já se passaram mais de 45 dias da minha dieta e nada do sangue cessar.

Consultei na semana passada um especialista em alergia e para minha surpresa, ele me disse que o leite que eu tomo não interfere em nada no leite materno! Disse q talvez o bebê tenha desenvolvido uma intolerância secundária à lactose do meu leite e isso explicaria a presença do sangue nas fezes (pois a lactose passa no leite materno e a proteína não). Enfim, ele me disse para ficar de uma a duas semanas sem amamentar para confirmar as suspeitas. Ou então, consultar um cirurgião-pediatra para fazer exames invasivos e descobrir com segurança o motivo do sangue (para eliminar a hipótese de ser outra enfermidade).

Enfim, dr. Sergio, qual sua opinão a respeito? Por favor, me dê uma luz pois estou completamente perdida!

No aguardo de que o sr. possa responder ao meu questionamento, me despeço parabenizando-o pelo site tão útil para nós, mamães!

Um abraço, Deus o abençoe!

Ana Lucia Bibar
Bauru, SP


Olá Ana Lucia,
Essa questão da intolerância a lactose é realmente controversa, mas uma coisa que eu (e outros pediatras) tenho observado é que de fato algumas pessoas toleram pouco o leite de vaca. A retirada do leite da dieta melhora algumas situações alergicas e de excesso de produção de muco, mesmo que cientificamente seja díficil entender exatamente o porque disso ocorrer. Alguns bebês digerem mal a lactose, o açucar presente no leite, mas isso é muitas vezes uma questão de amadurecimento do intestino, que depois passa. Quando o bebê nasce, seu intestino é povoado de bactérias que não existiam antes ali, e ele passa a se alimentar pela boca( o que ocorria antes principalmente via cordão umbilical), e tudo isso pode ser responsável por esse desajuste inicial no seu sistema digestivo, excesso de produção de gases,...
No caso do seu bebê, acho que o mais importante é acompanhar o seu desenvolvimento -que se estiver indo bem, como está, isso é o mais importante. As coisas mudam com o tempo e pode ser que seu amadurecimento intestinal seja mais demorado. Preste atenção se suspendendo algum outro alimento (soja?,....) o sangramento não para. Acho que não deveria por hora desmama-lo, pois está bem, ganhando peso... Outra preocupação é a sua alimentação, pois ficou pobre em cálcio. Talvez você possa comer um queijo de cabra por exemplo, ou comer coisas em que o leite entre como ingrediente, e eventualmente até iogurte!, mas de qualquer forma deveria tomar um suplemento de cálcio. Vá com calma, sem ansiedade, pois muito provavelmente o sangramento irá parar de uma hora para outra. Claro que se aumentar, acho prudente que você converse novamente com a gastropediatra, que me pareceu bem adequada. Quanto a proteína do leite passar pelo leite materno, saiba que isso pode ser controverso, mas vários estudos falam que passa sim.

abraços
Dr Sergio Spalter

Um comentário:

Larissa disse...

Bom dia..

Tenho um filhinho de 4aninhos...
Ele vive gripado, duração de uma gripa pra outra eh menos de 15dias, e no periodo que estah gripado ele toma antibiotico, predsim e outros.
Ele tem renite, cansa com muito, respira com dificuldade.
Cheguei pensar que poderia ser alergia ao leite de vaca, esse gripe tão repetina. Hoje estou dano leite de soja, como ele ainda estah muito gripado não sarou nõa pude notar se houve melhora.
Mas, essa gripe repetina eh devido o leite de vaca? Ou não tem nada haver?.

Desde de jah muito obrigada.